Segundo a Polícia Militar, funcionários de uma boate acionaram uma equipe após um homem alegar ser policial para obter privilégios. Ele foi encontrado em um carro com sirene, arma, munições e uma carteira de identidade da Polícia Civil falsificada.

Na madrugada desta quinta-feira (23), um homem de 41 anos foi preso na Zona Sul de São Paulo depois de tentar sair de um estabelecimento sem pagar, alegando ser delegado. Com ele foram encontradas uma arma, munições, algemas e uma identidade falsa da Polícia Civil.

De acordo com a PM, os funcionários da boate chamaram a equipe ao perceber que o homem estava se passando por delegado para obter vantagens e evitar o pagamento.

Os policiais localizaram o suspeito na Avenida Ibirapuera, dirigindo um carro importado com sirene, similar a uma viatura descaracterizada. Ao ser abordado, o homem afirmou que não havia nada de irregular e recusou a revista.

“Ele ficou extremamente nervoso e agressivo, dizendo que não podíamos realizar a busca. Cinco policiais precisaram contê-lo e, após algemá-lo, conseguimos abrir o veículo e realizar a busca, onde encontramos uma pistola 9 mm com 36 munições. O carro estava equipado com sirene, giroflex e uma carteira da Polícia Civil. Ele afirmou ter comprado o veículo de um policial civil,” relatou o sargento Maximiliano Branco.

O homem foi levado ao 27º DP Campo Belo, onde o caso será registrado e investigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *