Carga com mais de 500 quilos estava em caminhão de transporte da empresa em que o homem trabalhava, em Jaú (SP). Vítima tinha 31 anos.

O homem que morreu depois que placas de vidro com mais de 500 quilos caíram sobre ele não possuía equipamentos de segurança necessários para o manuseio das peças, segundo a Polícia Civil. O caso foi registrado na manhã de segunda-feira (12), em Jaú (SP).

De acordo com o Boletim de Ocorrência, a vítima, identificada como Tiago Gomes de Oliveira, de 31 anos, foi atingida por lâminas de vidro enquanto carregava um caminhão junto a outros colegas de trabalho devido à mudança de endereço do estabelecimento onde trabalhava na avenida Dudu Ferraz, em Jaú.

Segundo o registro policial, um dos funcionários disse que gritou para os ajudantes saírem quando percebeu que a carga estava se desequilibrando, momento em que a vítima tentou segurar. Um vídeo mostra o homem sendo atingido pelas peças de vidro.

Tiago chegou a ser socorrido e levado até a Santa Casa de Jaú por uma equipe do Samu, mas não resistiu aos ferimentos. Outro funcionário de 20 anos também precisou ser atendido na Santa Casa, com ferimentos leves.

Ainda segundo o BO, registrado como morte suspeita, conforme informações colhidas no local do fato, a empresa Aluminoxi “não conta com técnico de segurança do trabalho”, “nem havia equipamentos de segurança para o desempenho dessa atividade de manuseio de peças de vidro”.

A PM esteve no local e autuou o caminhão por estar estacionado sobre a faixa de pedestre e outras quatro motos sobre a calçada. Um terceiro funcionário e o gerente do estabelecimento foram levados para a Central da Polícia Judiciária e, após prestarem depoimento, foram liberados. A polícia investiga o caso.

O g1 entrou em contato com a empresa Aluminoxi para comentar o caso, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Nas redes sociais, a empresa lamentou a morte do funcionário. “É com imenso pesar que comunicamos o falecimento do nosso prestador de serviços Tiago Gomes de Oliveira. Um momento de muita dor e tristeza”, diz parte do comunicado.

Tiago Gomes de Oliveira foi sepultado na manhã desta quarta-feira (13), no Cemitério Municipal de Mineiros do Tietê (SP).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *