De 2019 a março de 2023, total saltou de 28.592 para 39.603, segundo o Ministério da Cidadania. Prefeitura realiza mutirão para atualizar 8,6 mil cadastros; veja como fazer a regularização.

O número de famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) aumentou 38,5% em Piracicaba (SP) entre 2019, último ano antes da pandemia de Covid-19, e 2023. O cadastro é necessário para quem busca manter ou passar a receber benefícios sociais, sejam eles municipal, estadual ou federal.

O g1 compilou nesta sexta-feira (2) os dados da plataforma do Ministério da Cidadania. Segundo o balanço, em 2019, a cidade tinha 28.592 famílias cadastradas. Já neste ano, com atualização até março, o total já é de 39.603. Veja a evolução no gráfico:

O que explica o aumento?
Na visão do economista Saulo Abouchedid, a criação do auxílio emergencial durante a pandemia levou muitas famílias a se inscreverem no Cadastro Único, que era requisito necessário para receber a renda assistencial.

“Primeiro fator é o efeito da pandemia. Com o auxílio emergencial, teve um aumento expressivo do número de famílias cadastradas, principalmente das famílias unipessoais, ou seja, uma pessoa que se cadastra para receber o auxílio por conta de várias pessoas perderem o emprego.”

Outro fator citado pelo especialista é o aumento de trabalhadores na informalidade, condição que, segundo ele, pode não garantir uma renda segura.

“Pessoas que trabalham sem carteira assinada ou sem CNPJ, verificamos também que, ao longo desse período, uma mudança da estrutura produtiva, com a chamada plataformização dos serviços oferecidos, serviços por aplicativos. Mesmo famílias que tenham algum tipo de ocupação têm uma renda tão volátil, estão em uma condição de vulnerabilidade social que permite que elas recebam algum programa de transferência de renda.”

Cadastros desatualizados
Ainda de acordo com o Ministério da Cidadania, dos 39.603 cadastros até março, 30.915 estão atualizados. Ou seja, as outras 8.688 famílias estão com pendências e correm o risco de perder benefícios.

A regularização é necessária para os beneficiários que estão há mais de dois anos sem atualizar ou para aquelas que mudaram de endereço, tiveram alteração na situação de trabalho e renda ou na composição familiar.

Diante disso, a prefeitura organiza um mutirão para atender os inscritos que necessitam revisar dados. Confira, abaixo, os locais para atualização – todos com atendimento das 9h às 13h:

Dia 24 de junho, das 9h às 13h – Central do Cadastro Único
Rua Monsenhor Manoel Francisco Rosa, 900, Centro
Dia 1º de julho, das 9h às 13h – Centro Digital do Mário Dedini
Rua Luiz Tozzi, 553, Mário Dedini
Dia 8 de julho, das 9h às 13h – Centro Digital do Parque Piracicaba
Rua Ipeúna, 55, Parque Piracicaba
Dia 22 de julho, das 9h às 13h – Centro Digital do Eldorado
Avenida Eurico Gaspar Dutra, 1.537, Eldorado
Dia 29 de julho, das 9h às 13h – Central do Cadastro Único
Rua Monsenhor Manoel Francisco Rosa, 900, Centro
Dia 5 de agosto, das 9h às 13h – Centro Digital Jardim Tóquio
Rua Lins, 250, Jardim Tóquio
Dia 19 de agosto, das 9h às 13h – Centro Digital Paulicéia
Rua Dona Idalina, 314, Paulicéia
Dia 26 de agosto, das 9h às 13h – Central do Cadastro Único
Rua Monsenhor Manoel Francisco Rosa, 900, Centro
Dia 2 de setembro, das 9h às 13h – Centro Digital do Alvorada
Avenida Rio das Pedras, 2418, Jardim Alvorada
Dia 23 de setembro, das 9h às 13h – Centro Digital Monte Rey
Rua João Domingos Bandoria, 91, Monte Rey
Dia 30 de setembro, das 9h às 13h – Centro Digital Santa Fé
Rua Manoel Ocanã, 41, Santa Fé
Dia 7 de outubro, das 9h às 13h – Centro Digital Parque 1º Maio
Rua Sargento José Carlos Ribeiro, 330, Parque 1º de Maio
Dia 21 de outubro, das 9h às 13h – Centro Digital Parque dos Eucaliptos
Avenida Thales Castanho de Andrade, 1500, Monte Líbano

Documentos necessários
RG e CPF do responsável familiar;
RG e CPF dos demais membros das famílias, para os que não possuírem poderá apresentar certidão de nascimento ou casamento.
Título de eleitor para pessoas com 16 anos ou mais;
comprovante de renda e a carteira de trabalho de todos os membros com 16 anos ou mais;
comprovante de residência, preferencialmente de conta de energia;
Informações complementares: nome da escola e série ou declaração de matrícula escolar; comprovantes das despesas familiares, cartão do posto de saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *