O cancelamento ocorre uma semana após o governo federal anunciar um programa para reduzir custos e incentivar compra de carros populares.

A Volkswagen anunciou nesta quinta-feira (1º) que cancelou o layoff que estava previsto para os trabalhadores da planta de Taubaté, no interior de São Paulo. O anúncio ocorre uma semana após o governo federal comunicar o corte de impostos para reduzir o preço dos carros populares.

Em maio, a montadora havia informado que colocaria cerca de 800 trabalhadores em layoff, um modelo de suspensão temporária de trabalho, pelo período entre dois e cinco meses, começando no dia 1º de junho.

Na época, a empresa não informou o motivo da suspensão, apesar disso, o Sindicato dos Metalúrgicos disse que a montadora alegou queda nas vendas de carros, impactada pela alta dos juros no país.

Dias depois, a empresa voltou atrás e informou que devido a um ajuste da produção para atender uma demanda pontual do mercado, a medida seria suspensa temporariamente.

Agora, a Volks comunicou o cancelamento do layoff. No comunicado enviado para a imprensa, a montadora disse que a decisão é motivada pelas novas perspectivas para a demanda de vendas no setor automobilístico.

O posicionamento da Volks ocorre após o governo federal anunciar, na semana passada, um programa que prevê descontos de até 10,96% no preço dos carros populares. O incentivo será voltado a veículos de até R$ 120 mil.

Atualmente, em Taubaté a empresa produz o Novo Polo e o Polo Track, novo carro de entrada da Volkswagen que substituiu o Gol. A fábrica conta com cerca de 3 mil trabalhadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *