De acordo com o BO, a vítima relatou que, devido ao horário de fechamento do local em Campo Limpo Paulista (SP), foi pedir ao professor para encerrar sua aula, momento em que começou a receber ofensas.

Um professor de jiu-jítsu foi demitido nesta terça-feira (30) por suspeita de ter agredido um funcionário de uma academia localizada em Campo Limpo Paulista (SP), na noite de segunda-feira (29).

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima relatou que, devido ao horário de fechamento do local, por volta das 22h, foi pedir ao professor para encerrar a sua aula. No entanto, ele teria se alterado e começado a ofender o funcionário, chegando a dar um tapa no rosto da vítima.

A academia publicou uma nota de repúdio nas redes sociais no início da tarde desta terça, informando que todas as medidas cabíveis já foram tomadas nas esferas administrativa e criminal.

“O autor da injusta agressão já foi desligado de qualquer vínculo que possuía conosco e o funcionário, a vítima, está sendo devidamente amparado. Salientamos que não coadunamos com nenhum tipo de violência e não as toleramos de nenhuma maneira”, diz a nota.
O caso foi registrado como lesão corporal e será investigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *