Segundo a SPTrans, houve demora na saída da frota de nove concessionárias, mas operação começou a voltar ao normal por volta das 5h40. Por conta do impacto no transporte, prefeitura decidiu liberar circulação de carros com placas 1 e 2.

O rodízio de veículos na cidade de São Paulo foi suspenso nesta segunda-feira (29) por conta da paralisação de motoristas de nove empresas de ônibus.

Veículos com placas finais 1 e 2 podem circular normalmente.

Os corredores e faixas exclusivas não estão liberados para circulação de veículos. O rodízio para caminhões permanece, bem como a Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e Zona de Máxima Restrição aos Fretados (ZMRF).

Regras do rodízio, de acordo com o final da placa do carro:

Segunda-feira: não circulam veículos com placas de final 1 e 2;
Terça-feira: não circulam veículos com placas de final 3 e 4;
Quarta-feira: não circulam veículos com placas de final 5 e 6;
Quinta-feira: não circulam veículos com placas de final 7 e 8;
Sexta-feira: não circulam veículos com placas de final 9 e 0.

Greve
Uma paralisação atrasou a saída de 9 empresas de ônibus em São Paulo na manhã desta segunda-feira (29). A SPTrans informa que a circulação está em processo de normalização.

A demora foi causada por conta de uma paralisação parcial de motoristas e cobradores, que pedem melhoria salarial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *