Alceu Valença também arrastou multidão de fãs para a Arena Anhangabaú, no Centro de São Paulo; Rita Lee foi homenageada no mesmo palco neste domingo (28).

A Arena Anhangabaú, na região central de São Paulo, foi a única com 24h de programação musical na Virada Cultural 2023. Neste domingo (28), os principais responsáveis pelo agito foram Alceu Valença e Iza.

O show da cantora – o último do evento – foi marcado por uma fã mirim dançando no palco com a musa, mas também houve denúncia de agressão contra uma mulher, o que levou à interrupção momentânea do espetáculo. (leia abaixo)

Além disso, a capital apresentou tempo instável e queda na temperatura – choveu na cidade depois de 18 dias de tempo seco. Mesmo assim, os artistas levaram uma multidão para o Centro da capital, que assistiram às apresentações segurando guarda-chuvas e vestindo capas.

Fã mirim no palco com Iza

Durante o show, Iza chamou uma pequena fã para subir no palco. Emocionada, a pequena abraçou a cantora. Em seguida, as duas protagonizaram uma bela performance de coreografia.

“Uma salva de palmas para esta artista. Parabéns, viu, mamãe. Você tem uma joia”, disse Iza à mãe da criança.

Agressão contra mulher

“Parou, parou, parou, parou, por favor”, pediu a cantora logo nos minutos finais de sua apresentação. “Sem violência, gente, sem briga, por favor. Alguém desmaiou?”, perguntou.

Sem entender o tumulto vindo da plateia, Iza foi informada pelos fãs de que uma mulher havia sido agredida. A multidão vaiou a ocorrência. Minutos depois, agentes da Polícia Militar intervieram na situação e o show seguiu.

“Bateram em uma mulher? Eu só continuo o show depois de que quem agrediu uma mulher for embora”, afirmou a artista.
O g1 solicitou à Secretaria da Segurança Pública (SSP) mais informações sobre o incidente, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.

O cantor pernambucano Alceu Valença também deixou sua marca na Virada Cultural 2023 e atraiu grande público na Arena Anhangabaú.

Horas antes, no mesmo palco, o público foi embalado pelo som dos grandes sucessos da rainha do rock brasileiro, Rita Lee.

Com participação especial das cantoras Paula Lima e Manu Gavassi, a atração foi comandada pelo guitarrista Beto Lee. Este foi o primeiro show do projeto no qual o filho da artista homenageia a carreira musical da mãe após sua morte, em 8 de maio.

“Um show emocionante”, disse Beto em entrevista à TV Globo. “A parte mais difícil é escolher o repertório para esse show, porque o que não falta é hit”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *