Filha mais velha do homem, hoje com mais de 18 anos, disse que sofreu abusos desde os 7 anos. Investigação em Marília (SP) apontou que a irmã dela, ainda menor, também era abusada.

Um pedreiro de 38 anos foi preso no começo da tarde desta segunda-feira (22), pela Delegacia de Defesa das Mulheres (DDM), de Marília (SP), suspeito de abusar sexualmente das próprias filhas durante 11 anos.

O suspeito negou os fatos e pode recorrer da prisão, mas foi encaminhado para uma unidade prisional da região, de acordo com a DDM.

Segundo a Polícia Civil, uma das duas filhas do pedreiro, hoje com mais de 18 anos, registrou um boletim de ocorrência e disse à delegacia especializada que o pai abusava dela desde os 7 anos.

Um inquérito foi aberto e a investigação constatou que, além da vítima mais velha, a outra filha do suspeito, ainda menor de idade atualmente, também vinha sendo abusada, segundo a Polícia Civil. O caso segue em investigação.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *