Os casos aconteceram nas madrugadas de sexta (19) e segunda feira (22). Não há confirmação se um caso tem relação com o outro. Os ataques estão sendo investigados.

Uma unidade de saúde e a base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Potim (SP) foram alvos de ataques violentos nos últimos dias, sendo atingidas por tiros e pedras.

O primeiro caso aconteceu na madrugada da última sexta-feira (19). De acordo com a prefeitura, um morador teve um mal-estar no parque Francisco de Assis Galvão e foi levado até a Unidade Básica de Saúde (UBS) Central.

Apesar de ter recebido os atendimentos médicos, o paciente não resistiu e morreu. Por conta disso, amigos que estavam com ele ficaram nervosos com a situação e tentaram invadir a sala de emergência.

O grupo arremessou pedras dentro da unidade. Ninguém ficou ferido, mas a ação prejudicou o atendimento aos outros pacientes e assustou quem estava presente.

O segundo caso aconteceu na madruga desta segunda-feira (22), por volta da 0h30, quando a base do Samu foi alvo de tiros de arma de fogo. Os disparos acertaram a cozinha, a parede e os vidros do prédio, que fica no bairro Vila Olívia.

Segundo o Samu, o atendimento precisou ser paralisado por algumas horas. Por conta disso, uma ambulância de Guaratinguetá foi acionada para atender casos de urgência.

Também não houve registro de feridos e a polícia foi acionada para tomar as primeiras medidas de segurança. Imagens de câmeras de segurança do local serão analisadas.

Os casos estão sendo investigados e ainda não há confirmação de que um ataque tenha relação com o outro.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *