Cantora morreu aos 75 anos em decorrência de um câncer de pulmão

Morreu uma das mais ilustres torcedoras do Corinthians. A cantora Rita Lee vinha tratando um câncer no pulmão desde 2021, mas faleceu nesta segunda-feira, aos 75 anos.

Considerada a rainha do rock brasileiro, ela cantou o seu amor pelo Corinthians na canção “Amor Preto e Branco”, de 1972. Mas foi dez anos depois, em 1982, que ganhou uma retribuição do Timão.

O “gol Rita Lee” aconteceu na final do Campeonato Paulista de 1982 diante do São Paulo, no primeiro título da “Democracia Corinthiana”. Naquela decisão, Casagrande batizou o seu gol da vitória por 3 a 1 contra o rival com o nome da cantora.

Dias antes, Casão, Sócrates e Wladimir haviam comparecido a um show da cantora no Ibirapuera, em São Paulo. Segundo contaram os jogadores, eles resolveram dar uma camisa do Corinthians para ela, mas não tinham uma. A solução foi pedir para um torcedor que assistia o show.

– Fomos numa gravação de final de ano da Globo, o Ibirapuera estava lotado. Resolvemos dar uma camisa de presente para ela, mas não tínhamos. Começamos a procurar no público e achamos um garoto com a camisa do Corinthians. Começamos a negociar com ele a camisa, o cara ficou sem (risos) – lembrou Sócrates em 2011, em participação no programa “Arena SporTV”.

Dias depois, Rita Lee compareceu ao jogo do Corinthians e ganhou um gol como homenagem.

Em uma rede social, o perfil oficial do Corinthians lamentou a morte de Rita Lee.

Aos 75 anos, a Rainha do Rock Brasileiro se despediu de nós.

Rita Lee, uma das maiores cantoras e compositoras da música nacional faleceu na última segunda (8), após um câncer no pulmão. Torcedora apaixonada, participou ativamente da Democracia Corinthiana.

Nossa solidariedade à família, aos amigos e aos fãs.

Eternamente em nossos corações.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *