Página fraudulenta induz seguidores a fazer pagamento e a informar dados pessoais e bancários. Influenciadores fazem publicidade divulgando plataforma golpista.

Yanka Barreiros, Pétala Barreiros e Nadja Pessoa divulgaram ‘publi’ de site falso que promete dinheiro por avaliações de roupas

Ao menos nove influenciadores promoveram um site falso que usa o nome da loja Shein e induz usuários a um golpe bancário. Nas “publis”, como são conhecidos os posts publicitários nas redes sociais, eles afirmam que é possível ganhar dinheiro ao avaliar roupas da marca.

Procurada pelo g1, a Shein afirmou que não é responsável pela campanha, ao qual considerou uma fraude. A empresa disse que tomou as medidas legais cabíveis sobre o uso indevido de sua marca e recomendou que nenhum consumidor se cadastre no site (veja a íntegra da nota).

Pétala Barreiros, Yanka Barreiros, Nadja Pessoa e Jéssica Amaral publicaram um link para o site falso. Na internet, também circulam registros em que a ex-BBB Kerline e os influenciadores Davi Mateus, Victória Azevedo, Mariana Menezes e Emily Garcia comentam a suposta crise na loja.

Alguns citam a Shein, enquanto outros dizem apenas que “grandes marcas estão falindo”. Em alguns vídeos, eles afirmam que é possível ganhar R$ 1 por peça avaliada.

Os nove perfis têm entre 210 mil e 5,4 milhões de seguidores no Instagram. O g1 entrou em contato com os influenciadores, mas eles não responderam.

Como são as ‘publis’?
Nos vídeos, os influenciadores dizem que um novo aplicativo seria uma estratégia das marcas para se recuperar de uma suposta crise causada por coleções que não tiveram bons resultados. Eles também causam uma sensação de urgência ao dizer que há poucas “vagas” disponíveis para o suposto app.

Mas não há nenhum aplicativo. O link divulgado leva para um site que induz usuários a pagarem uma taxa que supostamente dá direito aos pagamentos por avaliações e a informarem dados pessoais e bancários.

Dois sites aparecem nos vídeos: um é o Money Looks, pelo qual os influenciadores demonstram as supostas avaliações das roupas; o outro é o Segredo Dinheiro, também usando a marca Money Looks, mas é o único acessado por quem clica nos botões incluídos nos vídeos. Nenhum dos endereços é da Shein.

O Registro.br, que administra domínios de site com final .br, aponta que o proprietário do primeiro é Samuel Lago Fogaça. O g1 não conseguiu contato com Samuel. Não foi possível verificar quem é o dono do segundo endereço.

Money Looks foi usado por influenciadores para demonstrar suposto sistema de avaliações de roupas da Shein; loja diz que site é uma fraude

O Instagram diz que proíbe “atividades fraudulentas que tenham como objetivo enganar, deturpar, cometer fraude ou explorar terceiros”.

A rede social afirma que está melhorando sua tecnologia para combater atividades suspeitas e recomenda que usuários denunciem os vídeos que acreditem que possam promover fraudes (veja como denunciar uma fraude no Instagram).

Como se proteger?
Segundo especialistas ouvidos pelo g1, é possível seguir algumas dicas para não cair em golpes como esse:

Desconfie de promessas de dinheiro fácil;
Verifique se o link realmente é confiável – uma forma de fazer isso é tentar acessar a página diretamente no site da empresa, sem clicar no link divulgado;
Não informe dados de pagamento em sites de supostas promoções;
Se o anúncio for de um aplicativo, confirme que ele está em uma loja confiável (Google Play Store ou App Store) e não conceda permissões excessivas;
Para Hiago Kin, presidente da Associação Brasileira de Segurança Cibernética, os golpes se propagam porque alguns influenciadores recomendam aplicativos e sites indiscriminadamente.

“A estratégia se aproveita da falta de preparo e da irresponsabilidade destes influencers e até de agências de representação que os auxiliam na negociação das postagens publicitárias”, afirma.
O especialista em tecnologia Arthur Igreja afirma que os próprios influenciadores podem cair em um golpe e alerta que os seguidores devem pesquisar antes de confiarem no que é anunciado.

“É difícil saber se é desinformação ou maldade, fato é que se confia no influenciador. Porém, isso não quer dizer que se pode sair clicando em todo link divulgado. Tem que desconfiar, especialmente, dessas promessas de dinheiro muito fácil e rápido”, diz Igreja.

Como denunciar fraude em post ou perfil no Instagram?
No perfil ou no post, toque nos ícones de mais opções: ⁝ (Android) ou … (iPhone);
Clique em “Denunciar”;
Selecione “Golpe ou fraude”.
Confira a íntegra da nota da Shein:

“A Shein esclarece que não tem relação alguma com o site fraudulento denominado “Money Looks”, que tem como domínio o endereço segredodinheiro.fun/shein. Esse website está sendo enganosamente utilizado para propagar informações falsas sobre a companhia, com uso indevido do nome e imagem da empresa, com intenção de enganar usuários para que eles adquiram um aplicativo com falsa promessa de obtenção de uma renda extra por meio de avaliações de looks da marca.

A companhia adotou as medidas legais cabíveis relativas ao uso indevido de seu nome e imagem e vem promovendo medidas para inibir a propagação de informações que possam expor a empresa e seus consumidores.

A Shein recomenda ainda que nenhuma pessoa realize cadastros neste site, a fim de evitar o uso indevido de seus nomes, informações pessoais e dados bancários.

Adicionalmente, a empresa ressalta que informações sobre os produtos, ações e campanhas da marca podem ser encontrados e são sempre divulgados nos seus canais oficiais, nas redes sociais e no site.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *