Segundo BO, Yasmim Carvalho foi achada desacordada dentro de casa em Sarutaiá (SP) e levada ao hospital, onde foi constatado que ela pode ter sido agredida com pedaços de madeira.

A Polícia Civil está investigando o caso de uma adolescente de 13 anos que foi encontrada morta com sinais de espancamento em Sarutaiá, no interior de São Paulo, no domingo (9). O padrasto e a mãe da vítima, de 28 e 30 anos, foram presos suspeitos de terem cometido as agressões.

De acordo com o boletim de ocorrência, ao chegar em casa, a mãe de Yasmim de Souza Carvalho teria encontrado a filha desacordada e bastante machucada. Uma equipe de resgate foi acionada e levou a adolescente ao pronto-socorro de Piraju, mas ela já não apresentava mais sinais vitais.

No hospital, funcionários da saúde constataram que a vítima poderia ter sido agredida com pedaços de madeira e que, inclusive, possuía cicatrizes pelo corpo.

Questionada, a mãe da garota informou que a filha estava sob os cuidados do atual companheiro dela.

Diante da situação, policiais civis e militares foram acionados e realizaram buscas na região, onde encontraram o padrasto da garota tentando fugir da cidade. Ele e a mãe da vítima foram detidos e levados ao plantão policial, onde tiveram a prisão preventiva decretada.

Ainda conforme o registro policial, o corpo de Yasmin foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Avaré (SP) para ser submetido a exames necroscópico e sexológico.

Yasmin Carvalho será sepultada, às 17h, no cemitério de Tejupá (SP).

Prefeitura de Sarutaiá decreta luto após morte de adolescente
Os outros dois filhos do casal ficaram sob os cuidados do Conselho Tutelar de Sarutaiá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *